Plano de Desenvolvimento Econômico é iniciado em Brusque




Como queremos que a cidade de Brusque esteja em termos de desenvolvimento daqui a cinco, dez, ou 15 anos? Como forma de contribuir para este planejamento, a Associação Empresarial de Brusque (ACIBr) em parceria com a prefeitura e o Sebrae/SC lançaram na manhã desta terça-feira, 10 de setembro, o Plano de Desenvolvimento Econômico de Brusque (Pedem).

O evento, realizado na Unifebe, reuniu mais de 50 pessoas, entre representantes de diversas entidades e instituições do município, além de lideranças empresariais de vários segmentos.

O Plano tem o objetivo de identificar e planejar os eixos estratégicos que promovam o desenvolvimento econômico do município até 2030 e, por consequência, a melhoria da qualidade de vida da população. “Vamos trabalhar os principais setores, que irão dizer como queremos que seja Brusque nos próximos anos. O objetivo é ter uma Brusque cada vez melhor, com foco no empreendedorismo não amador, mas sim profissional, bem como na busca em solucionar os problemas enfrentados pelas principais matrizes econômicas do município”, descreve a consultora do Sebrae/SC, Cláudia Gelosa, que coordenou os trabalhos.

Ao longo do evento, foram apresentadas as etapas de realização do Pedem em Brusque, bem como um panorama com números da cidade em diversas áreas, como taxa de crescimento, índice de emprego e desemprego, número de empresas, ranking de crescimento, concentração dos empregos, fatores facilitadores e restritivos, além das dez principais atividades econômicas. Os dados apresentados foram elaborados a partir de um diagnóstico do Plano, feito com uma base em indicadores econômicos do município, além de visitas feitas em várias empresas e entidades da cidade, nos mais variados setores.

Eixos definidos

A segunda etapa do evento foi o Seminário de Definição dos Eixos Estratégicos, que estabeleceu as prioridades das principais matrizes econômicas da cidade. Assim, os participantes definiram como os cinco eixos norteadores de Brusque: Têxtil; Confecção; Eletro metalmecânico; Inovação, Tecnologia e Educação; e de Construção Civil.

A partir disso serão feitas três reuniões de planejamento sobre cada um dos eixos, que serão realizadas até dezembro ou até o início do ano de 2020. “Entendemos que ao planejarmos esses eixos vamos planejar o próprio município, já que esses cinco são os principais impulsionadores do desenvolvimento de Brusque”, detalha Cláudia.

Após o encerramento dessas 15 reuniões inicia a segunda etapa do Pedem, que é a entrega do documento, seguida do início das práticas das ações de curto prazo do plano. “Dentro do Pedem temos ações de curto, médio e longo prazo. E o Sebrae irá trabalhar como articulador do processo, acompanhando todos esses eixos nessas ações a curto prazo, ao longo do próximo ano”, detalha a consultora do Sebrae/SC.

A iniciativa pretende fazer com que, a partir do Plano haja uma visão compartilhada das prioridades dos eixos estratégicos, e que as entidades de classe, governos, demais instituições e lideranças se organizem para sua implantação, facilitando a busca de recursos e parcerias.

Avaliação

Para a diretora para Assuntos de Comércio e Turismo da ACIBr, Rita Cassia Conti o início da implantação do Pedem no município e a oportunidade de a sociedade civil organizada construí-lo, em prol do progresso da cidade, é valoroso. “Espero que este dia 10 de setembro fique na história. Tivemos um grupo muito forte reunido, entre lideranças de entidades, sindicatos, empresários de diversos setores, onde conseguimos organizar os eixos de desenvolvimento econômico do nosso município, e tenho certeza que plantamos sementes em terra muito fértil. O importante é termos capacidade para copilar e fomentar esses eixos, na sequência do Plano. Além disso, precisamos dar a continuidade a ele, independente da questão política. Ou seja: ser algo em prol do desenvolvimento econômico e que os empresários e que as entidades possam levar a diante, para daqui a três, cinco, ou 15 anos”, frisou.

Outro ponto destacado por Rita foi em relação ao protagonismo da entidade, já que a ACIBr foi a grande incentivadora e apoiadora do Pedem. “Tenho certeza que teremos muitas reuniões e divulgação do quanto isso será benéfico. Ficamos muito felizes em a ACIBr ter essa credibilidade dentro da nossa sociedade, por ser parceira em um evento tão importante para o nosso município. Por isso convidamos todos os empresários e associados para que possam contribuir nas próximas reuniões com o Plano”, ressaltou.