Governo do Estado anuncia liberação de valor para construção da Barragem de Botuverá




Anuncio da contrapartida foi feito durante reunião em Florianópolis, com presença da ACIBr e lideranças da região

Uma boa notícia em relação a Barragem de Botuverá foi dada na manhã desta quarta-feira, 18 de dezembro: o Governo do Estado sinalizou a contrapartida em relação aos recursos necessários para a execução do projeto. O anúncio foi feito pelo governador Carlos Moisés, durante uma reunião com diversas lideranças da região, entre elas a presidente da Associação Empresarial de Brusque (ACIBr), Rita Cassia Conti.
A obra, aguardada há mais de cinco anos, está orçada em aproximadamente R$160 milhões. Recentemente o Ministério do Desenvolvimento Regional anunciou que liberaria os recursos para a construção da mesma desde que o Governo do Estado desse uma contrapartida, de 25% do valor total da obra, cerca de R$ 40 milhões, o que foi confirmado nesta quarta-feira.
A reunião com o governador do Estado, Carlos Moisés contou também com a participação da secretária adjunta da Fazenda, Michele Patricia Roncalio; o secretário da Defesa Civil do Estado, coronel João Batista Cordeiro Júnior; o prefeito em exercício de Brusque, José Ari Vequi; o prefeito de Botuverá, José Luiz Colombi (Nene); o vice-prefeito de Botuverá, Alcir Merisio; o prefeito de Guabiruba, Matias Kohler; e o diretor Executivo da ACIBr, Cândido Horácio Godoy. Participaram também do encontro os deputados estaduais Jerry Comper e o coronel Onir Mocellin, além de representantes das prefeituras de Itajaí, Camboriú e de Gaspar.

Novo olhar para a região
Durante a reunião o governador Carlos Moisés salientou os impactos positivos que a Barragem trará para a região bem como a importância dos investimentos para a concretização do projeto. “É necessário iniciar essa obra, há anos aguardada. Este foi um momento de decisão que o Governo do Estado tomou, juntamente com o Governo Federal, em ter esse olhar para as pessoas e em investir os recursos públicos onde eles precisam estar. É uma obra de mitigação, que não soluciona totalmente os problemas, mas diminui e muito a recorrência das cheias na região. Dessa forma, vamos garantir segurança e bem-estar aos catarinenses, a qualidade de vida e a diminuição dos problemas e prejuízos que essas enchentes proporcionam ao patrimônio dessas pessoas e também das empresas da região”, comentou o governador. Ele reforçou ainda os impactos econômicos da Barragem na geração de emprego e renda, tanto no processo de construção como nos impactos turísticos que a mesma trará.
Na oportunidade o prefeito de Botuverá agradeceu ao governador pela iniciativa bem como a todos que se engajaram na busca da concretização do projeto, entre eles a ACIBr. “A Associação desde o início acompanhou esse projeto de perto, assim como eu, e deixamos nossos agradecimentos à entidade, à presidente Rita e aos demais ex-presidentes que há tempos pleiteiam essa obra para a nossa região. Agradeço aos deputados, prefeitos das demais cidades que se mobilizaram, pois vimos que o Governo do Estado está olhando com outros olhos para a nossa região. A implantação dessa Barragem, de múltipla função, que inclui a captação de água potável, já que parte dela nasce no Parque Nacional da Serra do Rio Itajaí, nos trará inúmeros benefícios a longo prazo. Ou seja, o custo benefício será imensurável”, declarou Nene, ao ressaltar que a Barragem está entre as mais importantes do sul do país na Secretaria de Recursos Hídricos e Qualidade Ambiental do Governo Federal.
Da mesma forma o prefeito em exercício de Brusque enalteceu o importante passo dado com o anúncio da parceria e o comprometimento da liberação dos recursos por parte do Governo do Estado. “Depois de cinco anos de muita luta e entraves, recebemos essa boa notícia de Natal. Agradecemos ao governador Carlos Moisés, que dá para a população de Brusque e região esse presente ainda em 2019. Assim, esperamos que a Barragem possa diminuir muito os impactos das enchentes em nossa região, trazendo mais desenvolvimento e qualidade de vida para a nossa e demais cidades”, completou.
Para a presidente da ACIBr poder participar do encontro e ter a confirmação da ajuda financeira do Governo do Estado foi de grande importância, o que mostra que mais um pleito defendido pela associação, com a união de outras 22 entidades regionais, trouxe grandes resultados em prol do desenvolvimento. “Sem dúvida esta notícia foi um presente para todos nós e isso é fruto da união de todos que se engajaram, o exemplo do que se faz no associativismo e que gera resultados tão sólidos. Agradecemos a participação de todos os prefeitos e representantes dos municípios da região e também ao governador, pela transparência e agilidade com esse pleito, já que estamos há mais de cinco anos em busca do mesmo. Sem dúvida é um grande orgulho para a ACIBr acompanhar e participar ativamente desse projeto e agora é necessário acompanharmos o andamento das próximas etapas”, declarou Rita.

Próximos passos
Após o anúncio, o governador do Estado informou que deverá agendar uma reunião em Brasília, no mês de janeiro, com o Ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto para que o acordo seja firmado e oficializado e, assim, para que seja dado o início aos trâmites legais e o processo de licitação.
De acordo com o secretário da Defesa Civil, coronel João Batista Cordeiro Júnior por ser uma obra de múltiplo uso, é fundamental que ela possa ser executada e garanta a segurança e a geração de água potável para diversos municípios catarinenses. “O projeto da Barragem já prevê 3, 7milhões metros cúbicos de água, em um lago perene. Essa quantidade de água será para consumo humano, o que deverá ser gerido pela Casan. Além disso, haverá a capacidade de 15,7 milhões de metros cúbicos disponíveis no reservatório para a contenção das cheias quando houver índices pluviométricos elevados, fazendo com que assim sejam evitadas as inundações”, esclareceu. A operação da Barragem em relação à contenção das cheias será de responsabilidade da Defesa Civil do Estado.