Governo do Estado anuncia investimentos em infraestrutura em Jaraguá do Sul e Guaramirim




A duplicação do trecho estadualizado da BR-280 entre Guaramirim e Jaraguá do Sul, e a recuperação de uma extensão da SC-108 que em fevereiro sofreu deslizamento, também em Guaramirim,  além da compra de um radar meteorológico para monitoramento das condições climáticas no Vale do Itapocu, foram alguns dos anúncios que o governador do Estado Carlos Moisés da Silva fez durante agenda na região nesta segunda-feira (12).

Registrados no documento Voz Única, os investimentos em infraestrutura atendem pleitos da classe empresarial e de segmentos da comunidade, pela importância econômica e, também, a segurança de tráfego na região. A agenda do governador Carlos Moisés foi cumprida em dois momentos: em Guaramirim, ele visitou o trecho da SC-108 e depois, no Centro Empresarial de Jaraguá do Sul se reuniu com prefeitos e lideranças dos municípios do Vale do Itapocu (Amvali), onde assinou as autorizações para as obras de infraestrutura e a aquisição de radar que fará parte da rede estadual de monitoramento climático. O governador também visitou a empresa WEG e o Hospital São José.

Para o presidente da ACIJS e do Centro Empresarial, Anselmo Luiz Jorge Ramos, a retomada do projeto de duplicação do trecho estadualizado da BR-280, cerca de 9 quilômetros de extensão entre a interseção com a Rodovia do Arroz (SC-108), em Guaramirim, e a Ponte do Portal, em Jaraguá, é significativa para que a região volte a se desenvolver.

“Esta é uma obra que já havia sido iniciada, que foi iniciada pelo governo anterior e infelizmente sofreu paralisação, com pagamentos efetuados para a empresa que venceu a licitação. Agora, com a a garantia do governador de que será entregue há uma expectativa positiva de que finalmente esta reivindicação dos municípios seja atendida”, assinala.

O empresário lembra que a ACIJS formou um grupo de trabalho, no começo deste ano, para cobrar a execução da obra e esta ação terá continuidade até o projeto estar concluído, considerando a necessidade de obras complementares que poderão ser viabilizadas segundo o secretário de infraestrutura Carlos Hassler via BNDES. Conforme o secretário, como o projeto original será mantido, a previsão é de retomada dos trabalhos em 30 dias.

O governador reconheceu a importância de resolver esta pendência com a região e reforçou que a obra será retomada mesmo de dificuldades que o estado enfrenta. “Serão investidos R$ 103 milhões com recursos próprios porque este é um gargalo que precisa ser eliminado para ajudar no desenvolvimento da região”, confirmou.

Já a recuperação da SC-108 será feita com recursos de pouco mais de R$ 2 milhões liberados pelo governo federal, enquanto a compra de um radar meteorológico para a prevenção de eventos climáticos naturais representa investimento de R$ 5,5 milhões. Carlos Moisés disse ainda que o governo aplicará R$ 190 milhões em ajuda aos hospitais filantrópicos da região este ano e projeta outros R$ 300 milhões para o ano que vem. Além disso, foi anunciado repasse de R$ 800 mil para a construção de um estande de tiro em Jaraguá do Sul, visando a realização dos Jogos Abertos no município.

Falando em nome do Conselho Superior da ACIJS, o ex-presidente Paulo Luiz Mattos, vice-presidente regional da FACISC – Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina, falou da importância da presença do Governo do Estado na região, lembrando o registro do pleito no documento Voz Única e a participação econômica da região com cerca de 7% do PIB de Santa Catarina e a perda de atratividade por conta de gargalos com logística e mobilidade.

“Já fomos a terceira maior economia de nosso estadual, hoje estamos na sétima posição. Este gargalo que representa a falta de solução de melhorias na BR-280 fez com o município e a região deixassem de receber investimentos que foram para outros lugares do Brasil. Estes anúncios de entregas por pare do Estado traz a perspectiva de que poderemos voltar a ocupar um lugar no mapa de desenvolvimento”, afirmou.

Colaboração: Assessoria de Imprensa ACIJS