Facisc apresenta em Brasília resultados do programa Al Invest 5.0




Uma das cinco  entidades brasileiras beneficiadas pelo programa Al Invest 5.0, a Facisc apresentou nesta quinta-feira (10/10), em encontro na Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), em Brasília, os resultados alcançados com o projeto em Santa Catarina.

Maior programa de cooperação econômica da União Europeia na América Latina, o Al Invest 5.0 tem por objetivo apoiar o desenvolvimento empresarial na região, reduzindo a pobreza por meio do aprimoramento da produtividade das micro e pequenas empresas, promovendo o seu desenvolvimento sustentável.

No encontro, que reuniu  membros da União Europeia, da Cainco (Bolívia) e das demais entidades brasileiras executoras de projetos CACB, Assintecal, CNI e Sebrae-PA, a supervisora de projetos da Facisc, Letícia Nunes Varela Chierighini, apresentou não só os números, mas também as oportunidades e aprendizados adquiridos com a experiência. “A participação da Facisc no Programa Al-Invest 5.0 foi um marco na história da Federação. Por meio do programa várias oportunidades e parcerias com instituições internacionais se abriram para o Sistema associativista catarinense. Foram mais de 32 mil intervenções diretas junto às empresas e o aprendizado foi um grande legado. Com certeza ainda colheremos bons frutos no futuro”, destacou Letícia.

A empresária catarinense, Rejane Silva Sánchez, também participou do encontrou relatando sua experiência e resultados alcançados por intermédio do Al Invest. “Vivi os benefícios do Projeto Al Invest tanto como participante das ações do movimento das Mulheres Empreendedoras, por meio do Ceme, mas também como parte do processo, auxiliando no desenvolvimento dos projetos. Como exemplo cito o Seminário: Gestão Estratégica de Núcleos de Mulheres Empresárias em Lages, onde aprendemos a utilizar o Design Thinking como ferramenta de planejamento e solução de situações em nossos negócios e também no próprio associativismo. Eu utilizei no meu negócio, o que possibilitou atingir metas e também desenvolver estratégias em processos e ações judiciais. E também as capacitações propostas e aprendizados pelas palestrantes do evento Empreende Mulher, possibilitaram reconhecer inúmeras práticas positivas de outras empresárias e validar ações que eu já vinha empregando em meu negócio”,  relatou Rejane.

Entre as autoridades convidadas para o encontro, o secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Paulo Antonio Spencer Uebel; o secretário de Desenvolvimento da Indústria, Comércio, Serviços e Inovação do Ministério da Economia, Gustavo Leipnitz Ene; o diretor do Sebrae Nacional, Carlos Melles; o diretor de Administração e Finanças do Sebrae, Eduardo Diogo; o diretor técnico do Sebrae, Bruno Quick; a presidente do Conselho Nacional da Mulher Empresária (CNME), Tania Rezende; e o presidente da Associação Comercial do Distrito Federal (ACDF), Fernando Brites.