Diretoria da ACIC Chapecó alinha objetivos com representantes de conselhos




Alinhar os propósitos e as ações da Associação Comercial e Industrial de Chapecó e a atuação dos representantes da entidade nos conselhos municipais foi objetivo de encontro nesta semana. O Café da Manhã com o Presidente da ACIC reuniu conselheiros, o presidente Nelson Eiji Akimoto e o diretor de relações institucionais Robert Otto na sede da ACIC.

A ACIC possui cadeiras em 33 conselhos, entre eles nas universidades (Unochapecó, Unoesc e UFFS), no Fórum de Competitividade e Desenvolvimento para a Região Oeste de SC, nos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Econômico, de Turismo, de Meio Ambiente e de Ciência, Tecnologia e Inovação, no programa Lixo Zero, no Fórum de Resíduos Sólidos de Chapecó, no Conselho da Comunidade da Comarca de Chapecó, no Conselho Municipal de Defesa do Consumidor, na Credioeste e na Garanteoeste.

O presidente da ACIC ressaltou que os trabalhos da gestão 2020/2021 iniciaram ainda em dezembro de 2019 com a definição de 23 diretores e início do planejamento estratégico. “Pensamos em diversas ações que agora serão detalhadas. Elas englobam a atuação interna e externa da ACIC”, frisou. Entre as definições, estão aprimorar o modelo interno de trabalho da entidade, aproximação com os associados e desenvolvimento pessoal e profissional. “A ACIC é a Casa do Empreendedor e está de portas abertas para receber a todos. Faremos diversos eventos, provocando também os núcleos a desenvolverem grandes ações, porque conhecimento é o canal para evoluirmos. Assim como empreender não é o suficiente, é preciso empreender com inovação”, salientou.

Quanto às ações externas, estão as pautas que a ACIC apoia, como avanços de infraestrutura, comunicação, educação, saúde, segurança pública e redução de impostos. “Os conselhos são muito importantes para unirmos forças, acompanharmos e cobrarmos com diálogo, mas de maneira eficiente para conseguirmos as melhorias que precisamos e que beneficiarão não apenas a classe empresarial, mas toda a região”, assinalou Akimoto.

Otto explicou que a ACIC quer ser um canal aberto com os conselheiros. “Temos uma equipe eficiente e uma assessoria jurídica que pode auxiliar no debate e nas decisões de assuntos importantes. Faremos essas reuniões a cada seis meses e manteremos contato frequente com os conselheiros para entender o que acontece nos conselhos e, se necessário, contribuir”.

A ACIC fará um calendário de reuniões dos conselhos para poder acompanhar de maneira mais eficiente as pautas discutidas. “Estamos aqui para contribuir. O grande objetivo é somar e ganhar mais representatividade nas ações na comunidade”, enfatizou Otto.

Para o presidente do Conselho da Comunidade da Comarca de Chapecó, associado e nucleado da ACIC, Vicente Machado da Rocha, a ACIC, como entidade representativa do empresariado de Chapecó, tem uma função social muito sólida. “A aproximação da diretoria com os conselhos torna o trabalho dos conselheiros mais seguro e eficiente na busca da consolidação dos propósitos da Associação Comercial. Como conselheiros, representamos a entidade e os seus interesses. Certamente essa iniciativa fortalecerá as relações institucionais da ACIC perante as entidades. Afinal, o associativismo é a força necessária para o fortalecimento de uma sociedade”, realçou.