Associações empresariais do Planalto Norte se reúnem em plenária da Facisc




Nesta sexta-feira, 29, os presidentes e representantes das Associações Empresariais do Planalto Norte participaram da reunião plenária da Facisc. O encontro aconteceu na sede da Associação dos Municípios do Planalto Norte (Amplanorte), em Mafra, e contou com a participação do presidente da Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc), Jonny Zulauf, de prefeitos e vereadores da região.

O vice-presidente regional do Conselho Estadual de Jovens Empreendedores (Cejesc), Tiago Zimmernann, fez a apresentação das ações desenvolvidas junto aos núcleos de jovens empreendedores. Entre as atividades do período, o VP citou as eleições da nova gestão do Conselho, a abertura do núcleo em Itaiópolis e as novidades do Cejesc para 2020, como gestão com duração de um ano nos cargos e o novo site do movimento jovem. Ele também falou da sua atuação no Planalto Norte, que contemplou 60 visitas aos núcleos da regional, 3 Encontros Regionais (ERJEs), seis plenárias da Facisc, duas reuniões com coordenadores, organização de três Assembleias (AGOs), participação em 26 AGOs do calendário estadual e 19.500 quilômetros dedicados exclusivamente no trabalho de fortalecimento dos núcleos de jovens da região.

O presidente da Facisc, Jonny Zulauf, falou da alteração no Estatuto da Facisc, que será colocado em aprovação na Assembleia Geral, no dia 12 de dezembro. As alterações concentram-se na troca do endereço e aos serviços prestados a terceiros. “Queremos fazer uma alteração com relação ao desenvolvimento de algumas soluções que a Facisc oferece para as Associações. Vamos separar para que tudo possa ser melhor organizado” contou Zulauf.

Outro tema do encontro foi o pleito do Voz Única, que trata do projeto Crema – BR-280. O engenheiro do Infraestrutura de Transportes (DNIT), Izaldo Kondlatch, expôs a situação atual das obras de melhorias. Falou do trecho entre Corupá a Mafra, contando que o contrato de manutenção do km 86,4 ao km 178,2 foi assinado e a empresa está em mobilização. Já referente às obras de recuperação e manutenção de 128,1 quilômetros da rodovia, entre os kms 178,2 e 306,3, o valor da obra é de R$ 150 milhões, mas até o momento foram empenhados R$ 5 milhões com previsão de conclusão das obras até dezembro, sendo a implantação de duas interseções nas regiões de Irineópolis e Colônia Escada. Para 2020, está previsto a liberação do recurso na ordem de R$ 20 milhões, para 9 quilômetros de reparos e 8 de terceira faixa. Também uma emenda de R$ 75 milhões para 65 km de manutenção.

 

Colaboração: Assessoria de comunicação ACISBS – Fabiane Pickusch Costa