ACIL é anfitriã de reunião do Grupo Paritário de Trabalho da Arteris Planalto Sul




A Associação Empresarial de Lages foi anfitriã da última reunião de 2019 do Grupo Paritário de Trabalho (GPT) da Autopista Planalto Sul, realizada na manhã desta sexta-feira, 08 de novembro. Na pauta assuntos como ações da Arteris para reduzir acidentes, as obras ao longo da rodovia e projeto de duplicação.

O diretor de Operações da Arteris, Antonio Cesar Ribas Sass, repassou informações sobre os acidentes ocorridos na BR 116, no período de janeiro a outubro de 2019. “Infelizmente houve um aumento de 2,4% no número de acidentes ocorridos, se comparado com o mesmo período de 2018. Em contrapartida, o número de mortes reduziu 24% no mesmo período”, destacou. Ele também destacou os projetos da Arteris voltados a prevenção de acidentes como Viva Seguro, Serra Segura e Operação de Peso.

Preocupados com os caminhões que trafegam com excesso de carga, pois danifica o pavimento da pista aumentando o risco de acidentes, a Arteris Planalto Sul implantou balanças dinâmicas em quatro pontos da BR 116, que estão em fase de testes. Os equipamentos contam com um sistema de sensores e detecção de veículos. Além de identificar o excesso de peso, o equipamento lê as placas dos veículos e faz a contagem dos eixos. “Esse sistema possui ainda câmeras que detectam a velocidade do veículo. Através dele temos acesso a várias informações. Esperamos que logo seja homologado este sistema de pesagem”, falou Sass.

A concessionária realiza diversos investimentos em obras de melhorias na rodovia, entre elas está a implantação de terceiras faixas. Até fevereiro de 2020 deverá ser entregue um total de 35,3 Km de terceiras faixas em Santa Catarina, atendendo os municípios de Santa Cecília, Mafra, Monte Castelo, Itaiópolis, Ponte Alta, Lages e Capão Alto.

Por último foi apresentado o projeto de duplicação da rodovia no perímetro urbano de Lages. Recentemente, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) autorizou a Arteris Planalto Sul a realizar o projeto executivo entre o Km 248 e Km 255, em Lages, o qual deverá ficar pronto em março de 2020. São 6,8 km, do Acesso Sul até a divisa com Capão Alto.

Participaram da reunião o presidente da ACIL, Sadi Montemezzo, o vice-presidente de desenvolvimento regional da entidade, Antonio Wiggers, a deputada federal Carmen Zanotto, o prefeito de Lages, Antonio Ceron, a prefeita de São Cristóvão do Sul, Sisi Blind, o diretor da ANTT, José Alberto Salceda, o secretário executivo da Amures, Walter Manfroi, diretor da Berneck, José Wolny Souza, representantes dos municípios por onde passa a rodovia, entre outros.