Nossa História

Somos apoiadores dos objetivos de Desenvolvimento Sustentável junto ao setor empresarial


As décadas de 50 e 60 podem ser consideradas como uma preparação de Santa Catarina para o grande salto de sua economia, com a criação das bases políticas, estruturais e sociais para sua expansão. Aos poucos, o Estado deixava de ter uma economia baseada na agricultura e no extrativismo, com as atividades industriais e comerciais ocupando a cena produtiva catarinense.

No começo da década de 70, a economia de Santa Catarina, e de todo o país, passava por um momento extremamente positivo. O período, que ficou conhecido como milagre brasileiro, foi marcado por um crescimento sem igual na história do país, e, além disso, a conquista do tricampeonato de futebol na Copa do Mundo do México ajudava a manter um cenário de otimismo na sociedade e nas atividades produtivas.

Algumas estruturas sindicais em nível estadual já se formavam, mas faltava uma entidade forte que congregasse as Associações Comerciais e Industriais em Santa Catarina.

Essa situação começou a mudar com a realização de uma reunião no Clube 12 de Agosto, em Florianópolis, no dia 26 de junho de 1971. A reunião foi coordenada pelo então presidente da ACIF, Associação Comercial e Industrial de Florianópolis, Ody Varella e teve a participação das Associações de Florianópolis, Blumenau, Joinville, Itajaí, São Bento do Sul, Caçador, Laguna, Criciúma, São Francisco do Sul, Tubarão e Rio do Sul, onde o tema central da discussão foi a criação da Federação das Associações Comerciais e Industriais de Santa Catarina, a FACISC.

Começava ali uma história de extrema importância para o desenvolvimento econômico, político e social do Estado. No mesmo dia foi oficializado o estatuto da Federação e sua diretoria executiva, que teria a responsabilidade de consolidar a entidade e iniciar uma nova fase do associativismo catarinense.


Linha do tempo