Voz Única é entregue aos candidatos na Grande Florianópolis

13/09/2018. Publicado na categoria: Voz Única

GAMA0380

A Facisc entregou a cerca de 50 candidatos a governador, senador, deputados federais e estaduais o documento Voz Única, que possui 44 páginas, traz um resumo das opiniões de 80 mil empresários filiados às entidades que fazem parte da federação. Entre os candidatos presentes estiveram Gelson Merísio e Rogério Portanova ao governo do Estado e ao Senado Jorginho Melo.
O presidente da Federação, Jonny Zulauf ressaltou a pergunta que a cartilha responde: O que SC precisa?. “Levantamos junto as nossas associações empresariais e cerca de 80 mil empresários as principais necessidades catarinenses voltadas ao desenvolvimento sustentável, e entrega aos candidatos para que possamos juntos sim fazer um estado melhor para se viver”.
A Facisc apurou 702 demandas dos empresários, nos setores de infraestrutura, gestão pública, questões tributárias, segurança, educação, saúde, entre outros. “O documento apresenta os pleitos em cada área, e quais setores são mais preocupantes na visão dos empresários”, destaca Zulauf. A infraestrutura é um dos maiores destaques. Foram 331 pedidos feitos de melhorias na área, com foco nas rodovias que cruzam Santa Catarina. “Precisamos mais atenção de cada um dos eleitos a esses pontos apresentados”.
O segundo maior destaque é a gestão pública. Ao todo, foram apontadas 95 demandas nesse setor, com foco principalmente em políticas públicas e gestão da máquina do governo. No terceiro e no quarto lugar aparecem questões tributárias e a segurança pública, respectivamente. Sobre os tributos, destaca-se a necessidade de foco na estrutura tributária e na distribuição de recursos federais para o Estado.
A diretora do Conselho Estadual da Mulher Empresária, Luciana Boeing, destacou a disparidade salarial em Santa Catarina. Ela pediu que seja feita através de projeto de Lei a igualdade entre salários e a inclusão do empreendedorismo na grade curricular das escolas catarinenses.
Prioridades da Grande Florianópolis
As associações empresariais de Florianópolis, São José (Aemflo), Palhoça, Biguaçu, Itapema, Bombinhas, Antonio Carlos, Tijucas, Canelinha e Santo Amaro da Imperatriz. Ao total foram 75 pleitos apresentados pelas associações da região. A infraestrutura continua sendo o carro-chefe, com mais de 33% das solicitações.
As associações destacaram entre os 75 itens, as cinco prioridades de extrema urgência:
1. Garantir segurança jurídica e definição clara das atribuições nas esferas, municipal, estadual e federal.
2. Inserir disciplina de empreendedorismo na grade curricular (educação fiscal, financeira, jogos de empresas, etc…) e apoiar o Projeto Escola sem partido.
3. Dar maior atenção às obras importantes para resolver a mobilidade urbana, dentre elas as obras de conclusão do contorno viário de Florianópolis, duplicação da via expressa e a Beiramar metropolitana, bem como o transporte público integrado de qualidade.
4. Eliminar a indicação política em detrimento da indicação técnica para cargos comissionados e revisar o limite de gastos dos estados e municípios com a folha (Lei de responsabilidade fiscal) e de contratação de comissionados.
5. Reduzir a complexidade do Simples Nacional com a criação de uma alíquota de ICMS específica para a faixa de R$ 3,6 milhões a R$ 4,8 milhões de cada anexo do Simples Nacional, além do recolhimento de tributos em guia única. É imprescindível readequar o Simples Catarinense ao Nacional para evitar que o benefício advindo da alteração do Simples Nacional, não impute as empresas catarinenses, prejuízos e em muitos casos, aumento da carga tributária.

Confira a cartilha VOZ ÚNICA no site www.vozunica.com.br

CLIQUE para ver fotos do evento.

Cadastre-se e receba nossas notícias: