Projeto da ACIN Navegantes realizará Seminários de Empreendedorismo nas escolas

06/07/2018. Publicado na categoria: Empreendedorismo

image004 (2)

A Associação Empresarial de Navegantes (ACIN), que atua há 28 anos no fortalecimento do associativismo no município, criou um projeto inovador. A entidade, através da iniciativa do seu atual presidente, Rinaldo Luiz de Araújo e do vice-presidente para Assuntos do Comércio, Ademir Campestrini, vai promover seminários de empreendedorismo para os alunos do Ensino Médio das escolas de Navegantes. O Projeto terá o apoio e acompanhamento da mestre pedagoga e doutoranda em educação, Adriana Macarini. A ideia foi apresentada recentemente aos demais diretores e associados e foi aprovada por unanimidade.

De acordo com o empresário, Ademir Campestrini, o Projeto é totalmente gratuito e terá início nos próximos meses com a apresentação, aos alunos, sobre o trabalho realizado pela ACIN, através de rodas de conversas e com a presença de empresários convidados. “A nossa intenção é de implantar uma nova consciência de trabalho dentro das escolas, incentivando os alunos a entender o mercado de trabalho, assumindo uma postura empreendedora. Além disso, queremos valorizar a opinião dos alunos em relação à visão dos empresários de Navegantes, fomentar a participação dos alunos no desenvolvimento de toda comunidade empresarial, instigar os jovens para a consciência da integração em seu meio social e conduzi-los à percepção e análises críticas acerca de suas ações no contexto em que vivem”, destacou Ademir.

Para o presidente da ACIN, Rinaldo Luiz de Araújo, essa iniciativa inédita no município, além de preparar os jovens para o futuro no mercado de trabalho, irá despertar toda uma geração para o mundo empresarial. “Através de uma educação empreendedora, vamos estimular nossos jovens a ter ideias criativas, persistência, comprometimento e autoconfiança”, enfatizou.

Metodologia…

Após a realização dos seminários de empreendedorismo e palestras com empresários locais, serão realizadas entrevistas estruturadas aos alunos, como forma de obter mais informações de quais profissões gostariam de absorver mais conhecimento.

A avaliação final será em forma de um questionário impresso, para que os jovens relatem sugestões e opiniões das atividades desenvolvidas. Diante dos dados coletados serão identificados os interesses dos jovens/alunos em fazer um curso superior e as áreas de atuação.

Mediante as informações sobre as profissões que mais despertarem interesse nos jovens, será realizado um novo ciclo de palestras com profissionais de diversas áreas.

“Nos dias de hoje não basta apenas ter vontade para se tornar um empreendedor. Para chegar ao sucesso, é preciso contar com a orientação e a preparação adequada. Sabemos que a escola deve preparar o aluno para ser um cidadão consciente e autônomo. Assim, é também na escola, que deve começar a preparação para o empreendedorismo”, afirmou o coordenador do Projeto e empresário, Ademir Campestrini.

Cadastre-se e receba nossas notícias: