Núcleo de Corretores de Seguro da ACI de Tubarão estima crescimento em adesões a seguro patrimonial

20/04/2017. Publicado na categoria: Seguro

O6RAJN0

Um semestre depois do vendaval que assolou Tubarão e região, em outubro de 2016, corretoras de seguros que atuam principalmente no município alertam para a prevenção quanto a novas ocorrências. Isso, porque boa parte das empresas e residências afetadas tiveram sua estrutura comprometida, precisando arcar com despesas inesperadas em decorrência de estragos: telhados arrancados, vidros quebrados, paredes destruídas, equipamentos danificados, gerando estas e outras despesas, influenciando a cadeia produtiva e a manutenção/geração de postos de trabalho. Sem contar os danos pessoais, que poderiam ter sido bem maiores se o evento tivesse acontecido em um dia útil da semana.

Segundo estimativa do Núcleo de Corretoras de Seguros da ACIT, o Nucleseg, a indenização levantada pelas seguradoras por conta do fenômeno meteorológico foi superior a R$ 50 milhões. Para as corretoras que fazem parte do Núcleo que se reúne periodicamente na ACIT (Associação Empresarial de Tubarão), o recurso vindo das coberturas de apólices de seguros patrimoniais foi fundamental neste processo.  “Um dos grandes desafios das empresas foi prosseguir suas atividades sem a estrutura devida e recursos imediatos para repará-las. Podemos dizer que as empresas seguradas receberam o recurso das seguradoras em tempo recorde, devido à abrangência do evento. Ainda assim, muitas coberturas ficaram aquém do necessário”, afirma o coordenador do Nucleseg, Mário Raphael Silvestre Prudêncio.

Ele explica que a falta de precedentes em fenômenos como o que ocorreu na região, é um dos principais motivos com relação às coberturas, o que já começou a mudar, principalmente porque se prevê novas ocorrências. “A procura por seguros, depois dos recentes eventos registrados na região, tem sido de cem por cento a mais com relação a outros períodos”, lembra Prudêncio. Uma das modalidades mais procuradas, reforça, são os seguros residenciais.

Vale lembrar que contar com um corretor de seguros neste momento pode fazer toda a diferença. “Como os sinistros acontecem normalmente nos momentos mais improváveis – o fenômeno ocorreu em um domingo – a disponibilidade encontrada no corretor de seguros traz a segurança e a agilidade que se espera nestes momentos de crise, com atendimento personalizado ao segurado”, reforça.

Para contribuir com o atendimento e a prevenção, o Nucleseg tem se mobilizado buscando a conscientização do público. Hoje, o Núcleo é formado por 11 corretoras de seguros.

Cadastre-se e receba nossas notícias: