Facisc envia aos parlamentares posicionamento sobre paralisação dos caminhoneiros

23/05/2018. Publicado na categoria: Posicionamento

greve

A Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (FACISC) enviou nesta quarta-feira (23/05) ofício aos deputados federais, senadores e ao presidente da república, manifestando posicionamento em nome da classe empresarial sobre a paralisação dos caminhoneiros.

A seguir o texto divulgado no documento:

 

Prezado Parlamentar,

 

A FACISC tem recebido manifestações de empresas relatando problemas com a mobilidade de cargas e de pessoas, em função do movimento dos caminhoneiros, que estão bloqueando rodovias, como forma de protesto contra a política de preços da Petrobras.

No momento atual a paralisação é mais um duro golpe na competitividade das empresas e motivo de maior encolhimento da arrecadação tributária.

Como resultado haverá impacto direto no fluxo de produção, comprometendo a conservação de produtos perecíveis, o cumprimento de prazos contratuais, o atraso no abastecimento do mercado interno, entre outros prejuízos.

Independentemente do mérito das reivindicações, as manifestações não devem prejudicar a mobilidade de pessoas e cargas, o que é especialmente grave em todos os sentidos.

A FACISC é solidária a todo e qualquer tipo de manifestação na sua íntegra, desde que pacífica e ordeira, sem o bloqueio de rodovias, respeitando sempre a cláusula constitucional que concede a todo cidadão o direito de ir e vir.

Esperamos que governo e caminhoneiros cheguem a uma rápida solução ao impasse, para evitar vultosos prejuízos à economia do País, devido aos bloqueios de rodovias que rapidamente trazem implicações para toda a sociedade.

Solicitamos que a União e nossos Parlamentares Federais façam uma revisão completa na tributação federal sobre o preço dos combustíveis e que revejam a política adotada pela Petrobras.

 

Jonny Zulauf

Presidente

Cadastre-se e receba nossas notícias: